FÔFA: um caso severo de gengivite

07/06/2013
Fofa-1.jpg

Hoje descrevemos o caso da Fôfa, uma gata de 9 anos, com uma gengivite severa cuja evolução conduziu à necrose dos tecidos moles adjacentes aos dentes mais severamente afectados. Ambos os caninos (superior e inferior) do lado esquerdo apresentavam bastante tártaro na zona de inserção, com retracção gengival devido à agressiva gengivite instalada. O ligamento do dente vai sendo deteriorado à medida que a infecção progride e este começa a abanar. Neste caso, a Fôfa já não comia há 2 dias, tinha febre e exalava um cheiro pútrido. Foi medicada com antibiótico, anti-inflamatório e fluidoterapia e, sob anestesia geral, a sua boca foi limpa: foi eliminado o tártaro, os dentes instáveis ou infectados foram removidos e eliminou-se todo o tecido morto em redor do lábio esquerdo. Espera-se agora que haja uma cicratização por meio de tecido de granulação que irá recobrir toda aquela zona afectada.
Bola de Pêlo, amigos para sempre!

Joana Brito (Médica Veterinária)

 

 

Fofa 1
Pormenor do canino inferior, observando-se que a zona de insersão na gengiva está completamente infectada e coberta de pús. O bordo do lábio inferior e a mucosa adjacente foram sendo destruídos pela evolução da infecção.
Fofa 2
Pormenor do canino superior, também com tártaro e pús.
Fofa 3
Pormenor do lábio e mucosa adjacente depois de desbridados e removidos os tecidos mortos envolventes.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos assinalados com * são obrigatórios


© Copyright 2008-2018 Bola de Pêlo, Lda (Todos os Conteúdos)

Powered by iFlexi OpenSite