Que Animal Devo Escolher?

03/03/2009
que-animal-devo-escolher-685x316.jpg

Se há pessoas que têm preferências bem definidas em relação ao animal de estimação que pretendem ter, outras há que têm muito mais dúvidas, seja porque pura e simplesmente não têm preferência, ou porque ponderam vantagens e desvantagens relativas a cada espécie.

Vamos focar-nos na questão do cão e do gato, pois são as espécies mais populares entre os animais de estimação.

Os amantes de animais poderão pensar, à partida, que lhes é indiferente ter um cão ou um gato. Contudo, pondo de lado as emoções, vemos que cada tipo de animal nos obriga a adoptar certos hábitos e rotinas para os quais poderemos não estar imediatamente alertados. Vejamos então:

CÃO

a) O cão necessita de passeios regulares na rua, a bem das suas necessidades fisiológicas, todos os dias da semana, do mês, do ano, durante toda a sua vida! O que é o mesmo que dizer, faça chuva, sol, frio ou vento, você vai lá estar com ele, na outra ponta da trela! Agora você sorri e pensa: “Eu não vou ter esse problema, tenho um quintal!” Pois, mas os passeios na rua não servem só para o seu cão se aliviar num WC gigante; ele precisa de cheirar postes, ervas, marcas de outros animais e encontrar-se com cães, gatos, pessoas (altas, baixas, gordas, magras, bem vestidas, esfarrapadas, crianças). Só assim ele poderá fazer a sociabilização correctamente.

Confrontado com uma grande diversidade de situações numa idade precoce terá maior probabilidade de vir a ser um cão equilibrado e dócil, fácil de controlar.

Lembre-se: você quer ter um Cão, não um Diabo da Tasmânia! Além disso, os cães são animais que gostam de actividade (com variações mais ou menos significativas em função da raça). Se não lhes proporcionamos qualquer tipo de «escape» energético, estaremos quase de certeza a entrar num acordo de «Acaba-me com o sofá» ou «Oferece-me um jardim novo», pois o nosso simpático cachorro vai arranjar maneira de estar ocupado o dia todo.

b) Em termos de alimentação, ela deverá ser fraccionada em três a quatro refeições, falando de um cachorro, e duas no caso de um cão adulto. Deverá ter à disposição uma grande tigela com água, que renovará todos os dias.

c) Deverá oferecer ao seu animal um «enxoval» onde se inclui uma cama (de espuma ou de plástico, conforme as preferências) e alguns brinquedos. Assim ele poderá alternar entre momentos de puro ócio e momentos de actividade, não direccionados para a mobília lá de casa ou as plantas do jardim. No que toca aos brinquedos, os melhores são aqueles que estimulam o cão de alguma forma. Há umas bolas engraçadas que se mexem sozinhas, e têm um pequeno buraco onde se coloca comida. À medida que a bola vai andando, a comida vai caindo e o cão mantém-se interessado, por muito tempo. Pode oferecer-lhe também ossos em couro para ele ir roendo, outra actividade bastante estimulante para um cão. Mas isto é para quando ele fica sozinho; é que assim que meter a chave à porta, a primeira coisa que ele vai fazer é escolher um brinquedo para lhe mostrar, como quem diz: “Anda, vem brincar!”.

d) Inclua ainda no «enxoval» uma escova adequada ao tipo de pêlo do seu cão, para o escovar com alguma regularidade. Se o pêlo é longo e/ou encaracolado deverá ser escovado praticamente todos os dias. Se tem pêlo curto, então uma escovagem semanal deverá ser suficiente.

Pondere bem estes pontos para decidir em consciência se o cão é mesmo o animal certo para si.

GATO

a) A questão das necessidades fisiológicas do gato é mais fácil de resolver, devido ao tamanho e aos hábitos de higiene dos felinos. O problema resolve-se bem com uma caixa com areia (que pode ou não ser tapada), onde o gatinho aprenderá a ir rapidamente. Esta caixa será colocada num local à nossa escolha (cozinha, casa de banho, varanda) mas que não deve ser alterado depois do animal se habituar a ele. Essa caixa deverá ser limpa todos os dias, renovando-se a areia suja. Lembre-se, se não fizer isto com regularidade o seu gato vai recusar a caixa e escolhe outro local mais limpo para WC. De certeza que você também não gosta de entrar numa casa de banho onde alguém não puxou o autoclismo!

b) Quanto à alimentação, os gatos são animais que gostam de comer pequenas porções várias vezes ao dia. Se tem disponibilidade para lhe oferecer 4 a 5 refeições diárias, óptimo! Se não o consegue fazer, tem sempre a hipótese de lhe deixar alguma comida para ele ir gerindo durante o dia. Isto só representa desvantagem no caso de gatos comilões que comem tudo o que se lhes põe à frente.

Tenha sempre água limpa à disposição.

c) Os gatos entretêm-se facilmente, com brinquedos geralmente simples: uma simples bola de papel pode fazer as delícias de um gato. Também há brinquedos em corda, ratinhos, canas de pesca (embora este tipo de brinquedo implique estar alguém a segurar na cana). Imprescindível também, é um arranhador para que o gato não veja nos pés do sofá ou da mobília da sala, um enorme tronco de árvore pronto a sofrer um ataque implacável das suas garras.

d) Também deverá ter uma escova para escovar o gatinho com regularidade. Se o seu gato tem o pêlo comprido deverá escová-lo praticamente todos os dias; se o pêlo é curto, não há tanta necessidade de escovagem. A frequência semanal será suficiente.

e) Ofereça-lhe ainda uma caminha, que pode colocar num sítio alto e, de preferência, quente. Não há melhor do que uma sesta bem dormida, ao lado de uma janela soalheira!

Se é do tipo de pessoa que gosta que o vão receber à porta, é melhor não criar muitas expectativas; o seu amigo felino pode muito bem interromper a sesta para levantar a cabeça, ver quem é e continuar no SPA.

Se ainda está com dúvidas em relação a cada animal, pode sempre ponderar ter apenas um passarinho, um coelho, um hamster, uma tartaruga. Mas todos eles vão exigir algo de si!

Um conselho Bola de Pêlo, amigos para sempre!

Joana BritoFoto Dra. Joana Brito (Médica Veterinária)


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos assinalados com * são obrigatórios


© Copyright 2008-2017 Bola de Pêlo, Lda (Todos os Conteúdos)

Powered by iFlexi OpenSite