Chegou a casa um gatinho! E agora?

16/08/2013
Gatinho-Primeiros-Cuidados.jpg

PRIMEIROS CUIDADOS

 1. Quando vacinar e desparasitar? 

Em geral, a vacinação pode iniciar-se às oito semanas de idade, sendo necessária a repetição da vacina 3 a 4 semanas depois. A desparasitação interna pode ser feita antes ou a par da vacinação. Numa fase inicial, e dependendo do desparasitante utilizado, de 3 em 3 semanas.

 2. Que cuidados devo ter com o pêlo e a pele?

Os gatos não necessitam de muitos banhos e muitos deles até nem o toleram bem. Se deseja conseguir dar banho ao seu gato deve habituá-lo desde já. De qualquer forma, só deverá fazê-lo após a conclusão da primovacinação. Enquanto não puder dar-lhe banho, ou para espaçar a frequência destes, poderá usar toalhitas apropriadas para gatinho.

3. Posso lavar os dentes do meu gato?

A resposta é SIM. Um gatinho deve habituar-se desde pequeno à escovagem dos dentes, com uma escova e uma pasta dentífrica apropriadas. Isto não só contribui para uma óptima higiene dentária, como também faz com que o gatinho se vá acostumando a deixar que lhe mexam na boca, o que certamente facilitará a observação da mesma, bem como tratamentos futuros.

4. Que tipo de comida devo dar ao meu gatinho?

Deverá escolher uma boa marca de ração, com ingredientes de elevada qualidade e palatibilidade, adequada à idade do seu gatinho. Deve consultar a tabela orientadora presente na embalagem para determinar a quantidade diária indicada para o seu animal. Como os gatos gostam de fazer pequenas refeições ao longo do dia, poderá deixar essa quantidade disponível para o seu gatinho comer sempre que lhe apetecer.

5. Devo esterilizar o meu gatinho?

Se não quer que o seu gato procrie deverá pensar em esterilizá-lo. Estará a contribuir para a saúde dele, uma vez que consegue prevenir alguns problemas relacionados com o envelhecimento, e também contribui para o seu bem-estar emocional, uma vez que deixarão de ocorrer todos aqueles comportamentos relacionados com a acção das hormonas sexuais: miados exuberantes, fuga, cruzamentos indesejáveis, ataques, etc… Deverá questionar-nos acerca da idade ideal para o fazer.

6. A colocação de microchip é obrigatória?

A colocação de microchip nos gatos não é obrigatória contudo, se tem medo de perder o seu amigo, poderá pedir-nos para colocarmos um microchip no seu gatinho, para que seja mais fácil identificá-lo em caso de perda, furto ou fuga.

ACESSÓRIOS E COMPLEMENTOS

1. Em casa

a) Cama – deve ser confortável e acolhedora pois será o local de descanso do gatinho. É importante que seja feita num material lavável, de secagem rápida e de preferência amovível (que possa separar a capa do colchão).

b) Comedouro e bebedouro – devem ser em inox ou cerâmica, por serem mais duradouros e higiénicos do que o plástico. Coloque-os separados um do outro. Os gatos gostam de ter um sítio para comer e outro para beber.

c) Caixa de areia – deverá ter uma caixa com areia para o seu gatinho utilizar como casa de banho. De preferência deverá ter sempre mais uma caixa que o número de gatos (se tem 1 gato, ter 2 caixas, se tem 2 gatos, ter 3 caixas, etc). Estas devem estar afastadas das fontes de água e comida e sempre em sítios recatados e sossegados. Evite colocá-las junto a máquinas que fazem barulho e que podem assustar o seu gatinho (máquinas da roupa, por ex.). As caixas podem tapadas ou descobertas.

d) Areia – existem vários tipos de areia: grossa, fina, aglomerante, de sílica, perfumada, não perfumada, etc… A sua escolha far-se-á em função da sua preferência mas, em geral, uma areia aglomerante é mais fácil de limpar e acaba por ser mais económica porque há menos desperdício. Em geral os gatos preferem areias finas (como a areia da praia), que não magoam as almofadinhas.

e) Pá para a areia – deverá comprar uma pá para retirar os dejectos e a urina do WC. Deverá efectuar esta limpeza de cada vez que o seu gato utilizar o caixote (caso esteja presente) ou, pelo menos, diariamente. A reposição com areia nova também deve ser feita consoante a necessidade e, de vez em quando, é necessária uma limpeza geral do caixote, em que o mesmo é lavado e toda a areia substituída na totalidade. Os gatos não usam caixotes sujos. Caso não limpe o do seu gato com a frequência necessária, ele vai evitar usá-lo e poderá começar a fazer as suas necessidades em locais indesejáveis.

f) Brinquedos – estes deverão ser resistentes, educativos e estimulantes. Existem caninhas de pesca, plataformas com molas e brinquedos com penas, brinquedos dispensadores de comida, etc. Lembre-se sempre que tem um pequeno caçador em casa, curioso por natureza, muito observador e que adora desafios!

g) Arranhador – o seu pequeno tigre precisa de arranhar, para marcar o território que o rodeia. Não vai conseguir inibir este comportamento, pelo que é melhor arranjar-lhe algo em que que o seu gato possa prender as unhas e arranhar, em vez de atacar os sofás lá de casa.

h) Guloseimas – poderá ter em casa pequenas guloseimas para dar ao seu gatinho como recompensa pelo bom comportamento ou simplesmente como miminho! De preferência escolha aquelas que estão indicadas para melhorar o hálito ou as que têm malte para facilitar a eliminação das bolas de pêlo.

 2. Na rua e em Viagem

a) Coleira: uma coleira com uma chapinha com o seu número de telefone permitirá identificar o seu gatinho com facilidade. As coleiras para gatos devem ter um elástico ou um fecho de segurança para que, caso o animal fique pendurado pela coleira, esta se abra e ele se solte com facilidade.

b) Caixa de Transporte: no carro deverá trazer o seu gatinho sempre preso.  O ideal será optar por uma caixa de transporte que pode colocar no chão do carro ou presa no banco com o cinto de segurança.

HIGIENE

Para a higiene do seu gato, deverá pensar na manutenção do pêlo e das unhas, na limpeza dos olhos e dos ouvidos e na limpeza da boca:

a) Champô/Perfume: deverá escolher um champô adequado para gatinho, que seja suave e que não seque demasiado o pêlo e a pele. Pode finalizar o banho com a passagem de uma loção perfumada especialmente formulada para gatinho.

b) Toalhitas: se não consegue dar banho ao seu gato, pode recorrer às toalhitas para o manter limpo e perfumado. Se o banho até nem é um problema mas não o faz com muita frequência, pode utilizar as toalhitas nos intervalos. As toalhitas deverão ser apropriadas para gatinhos, uma vez que o seu pH da pele é diferente do nosso.

c) Escova: a escolha desta deverá fazer-se em função do tipo de pêlo do gato. Se se trata de uma raça de pêlo curto, será útil uma escova que seja eficaz a retirar o subpêlo. Um gato de pêlo longo, à partida necessitará de uma escova ou pente que desembarace o pêlo para não formar nós.

d) Corta-unhas: deverá ter um corta-unhas apropriado para cortar as garras do seu pequeno tigre, se não quiser ficar magoado ou com estragos nos sofás e cortinados. Só não é aconselhável cortar as unhas a um gato que vá à rua, para que se possa defender de outros gatos ou até de cães.

Pode encontrar a maioria destes produtos na nossa clínica. Estamos prontos para lhe tirar todas as dúvidas que possam surgir. Não hesite em perguntar-nos!

Um conselho Bola de Pêlo, amigos para sempre!

Joana BritoFoto Dra. Joana Brito (Médica Veterinária)

 


6 comentários

  • Paula Cris

    07/03/2015 at 21:16

    Foi muito útil esta página para saber como acolher um gatinho, no entanto pergunto as toalhitas para bébé não são boas para limpar os gatinhos ??

    Responder

    • Bola de Pêlo
      Bola de Pêlo

      08/03/2015 at 15:30

      Cara Paula,
      As toalhitas para bebés estão formuladas para um pH de pele diferente do pH da pele dos cães e dos gatos. Além disso, contêm outros componentes que podem não ser os mais indicados para a limpeza da pele dos animais. As toalhitas específicas para os cães e gatos, devem ser de clorhexidina, um desinfectante que respeita a barreira cutânea dos animais, sendo o mais indicado para a limpeza da pele e do pêlo, não havendo risco de estarmos a provocar alergias cutâneas.

      Responder

  • Marta alexandra Ferreira Azevedo

    04/09/2017 at 22:56

    Boa noite.

    Vou ter uma gatinha mas já tenho 2 gatos machos e só tenho espaço neste momento para 2 casas de banho. Os três podem partilhar as mesmas?

    Aguardo feedback.

    Obrigada

    Marta

    Responder

    • Bola de Pêlo
      Bola de Pêlo

      05/09/2017 at 17:04

      Olá Marta.

      Apesar de recomendarmos sempre n+1 caixas de areia, sendo n o número de gatos, eles podem partilhar as mesmas caixas. Só deverá ter o cuidado de se assegurar que todos as utilizam, e manter a sua limpeza numa frequência superior, para não correr o risco de algum deles não utilizar a caixa tantas vezes quanto precisa, devido a repulsa, por achar que nenhuma delas está devidamente limpa.

      Joana Brito
      Médica Veterinária

      Responder

  • Sílvia Fialho

    14/09/2017 at 16:43

    Boa tarde,

    Pode por favor esclarecer, quando existem 2 gatos e temos que os desparasitar externamente, quanto tempo têm que estar afastados um do outro?

    Obrigado,
    Sílvia

    Responder

    • Bola de Pêlo
      Bola de Pêlo

      15/09/2017 at 15:28

      Bom dia Sílvia.

      Não costuma ser necessário separar os gatos um do outro quando se coloca o desparasitante externo. Eles não deverão lamber os produtos mas, quase todos estão formulados para que, caso aconteça a ingestão inadvertida do produto, este não seja prejudicial para o animal. Como o odor e o sabor são desagradáveis, a maioria dos animais opta por nem sequer lamber o pêlo (seja deles próprios ou doutro animal que com ele coabite). Deverá contudo, ler na embalagem se existe alguma recomendação específica para esse caso, uma vez que a variedade de desparasitantes externos é grande, e poderá haver excepções.

      Joana Brito
      Médica Veterinária

      Responder

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos assinalados com * são obrigatórios


© Copyright 2008-2017 Bola de Pêlo, Lda (Todos os Conteúdos)

Powered by iFlexi OpenSite