Atenção às Queimaduras Solares!

10/07/2013
Nina-Queimadura-Solar.jpg

Apesar do pêlo dos animais ter uma grande capacidade isolante em relação aos factores ambientais, como o frio, o calor, o vento e o sol, é necessário tomar cuidado com os animais de pelagens claras, muito mais sensíveis ao sol.

Os animais também podem sofrer de queimaduras solares e também podem desenvolver tumores relacionados com a exposição solar, tal como nós.

Assim, é conveniente que os animais tenham locais de sombra para se abrigarem e evitar exposições directas e prolongadas à luz solar, principalmente nas horas em que o sol é mais forte.

No verão, embora seja comum os donos quererem tosquias muito curtas, para aliviarem os animais do efeito do calor, convém que o corte não seja tão curto que exponha a pele à luz solar.

Nesta fotografia da nossa amiga Nina, fica a prova nítida do efeito do sol no corpo de um cão, mesmo coberto de pêlo. Depois de tosquiada, é evidente a marca da coleira. Repare que a pele na zona onde a coleira assenta tem um tom rosado (semelhante às nossas marcas brancas nas zonas cobertas de roupa). A restante pele, mais exposta ao sol, tem uma coloração acinzentada.

Com o sol, todos os cuidados são poucos! E os nossos amigos patudos não são imunes aos seus efeitos. Proteja o seu amigo: abrigue-o do sol nos dias mais quentes e nas horas em que o sol faz mal.

Um conselho Bola de Pêlo, amigos para sempre!

Joana BritoFoto Dra. Joana Brito (Médica Veterinária)


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos assinalados com * são obrigatórios


© Copyright 2008-2017 Bola de Pêlo, Lda (Todos os Conteúdos)

Powered by iFlexi OpenSite